qr-code e-mec
imagem e-mec
Consulte aqui o cadastro da instituição no Sistema e-MEC
univale
PortugueseSpanishEnglish
Menu
III Simpósio de Fonoaudiologia aborda acessibilidade e inclusão

III Simpósio de Fonoaudiologia aborda acessibilidade e inclusão

01 dezembro, 2022

Com o objetivo de acabar com o estigma envolvendo a acessibilidade, o evento trouxe palestras que são referência na área

Acessibilidade e inclusão: este é o tema do III Simpósio do curso de Fonoaudiologia da Univale, que aconteceu entre os dias 28 e 30 de novembro, no campus II da Instituição. Foram ofertadas palestras, mesas-redondas e minicursos para os alunos, que também trabalharam ativamente na organização do evento. Com o objetivo de erradicar o estigma envolvendo a temática abordada, o Simpósio contou com a participação de diversos profissionais da área e de diferentes cidades, que se dispuseram a compartilhar o seu conhecimento e experiência.

Luciana Silveira, coordenadora e professora do curso, acredita que o evento possui uma grande importância para a formação dos alunos, principalmente por propiciar a eles, ainda na graduação, uma experiência imersiva com eventos de cunho científico. Para ela, o Simpósio é um local essencial para que eles desenvolvam o seu networking com diversos profissionais formados e bem qualificados na área.

“Essa oportunidade favorece a comunicação dos alunos, que são os verdadeiros protagonistas do Simpósio. Conseguimos em um evento só reunir ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo e inovação”, complementa. E tratar de acessibilidade e inclusão na fonoaudiologia desmistifica o que muitas pessoas podem associar somente às pessoas com deficiência.

Para Luciana, a acessibilidade e a inclusão não se tratam apenas dos ambientes, como instalações de rampas e de sinalizações, mas também de um atendimento mais humanizado. “Essa temática que abordamos está ligada a questões comunicativas do profissional, como chamar o paciente e seus familiares pelo nome e conversar com ele em uma linguagem clara e objetiva. Além disso, podemos oferecer atividades que ele consiga realizar sozinho e de primeira, para que suas habilidades sejam destacadas. São coisas pequenas que fazem toda a diferença em um atendimento humanizado, acessível e inclusivo”, explica.

III Simpósio e a participação dos alunos

A organização do Simpósio de Fonoaudiologia é de responsabilidade dos alunos, que participam ativamente na escolha dos palestrantes e dos minicursos. Victor Emanuel Ferreira da Silva é aluno do 5º período e atual presidente do Centro Acadêmico de Fonoaudiologia (Cacf), que tem como principal objetivo representar os estudantes do curso, dando voz a eles dentro da Universidade. O Cacf é a peça central para que os alunos participem da organização de atividades acadêmicas extra-curriculares, como debates, discussões, palestras, recepção de calouros e outras oportunidades.

Victor conta que foi sua primeira vez organizando o evento e a experiência teve um peso muito grande para sua formação. “A grande importância do Simpósio me tirou da bolha de ser apenas aluno e me fez ser representante de algo. Todo semestre somos desafiados com um tema, então procuramos profissionais referências para tratar sobre a temática da acessibilidade e inclusão desta vez. O Simpósio permite que eu tenha um vasto conhecimento sobre a fonoaudiologia e áreas afins, enquanto conheço profissionais excelentes e que no futuro serão meus colegas de profissão”, comenta.

simpósio
III Simpósio de Fonoaudiologia reuniu profissionais e alunos em busca de compartilhar o conhecimento — Imagem: Ascorg

Palestras, minicursos e mesas-redondas

Fábio Heleno Lopes, fonoaudiólogo especialista em audiologia e mestre em ciências fonoaudiológicas, foi um dos convidados e ofertou o minicurso de “Uso de dispositivos de amplificação sonora e aprendizagem". Ele explica que a incidência de pessoas com deficiência auditiva está cada vez maior e, globalmente, cerca de 1,5 bilhões de indivíduos possuem algum grau de perda auditiva.

“É muito importante para os profissionais envolvidos com a área de reabilitação auditiva conhecerem sobre os novos recursos tecnológicos auditivos. Dessa forma, podemos difundir cada vez mais os benefícios desses dispositivos, principalmente para fonoaudiólogos e futuros fonoaudiólogos. E a oportunidade de poder compartilhar conhecimento para que todos os tipos de tecnologias auditivas sejam cada vez mais acessíveis aos profissionais e a população é extremamente gratificante”, comenta.

Luciana Silveira confia fortemente na importância do Simpósio em propagar ciência e conhecimento prático aos alunos, que poderão retornar o seu aprendizado como prestação de serviço à comunidade. “Conseguimos que as pessoas, de um modo geral, tenham acesso a um serviço de fonoaudiologia de qualidade. As ações que desenvolvemos para a população de zona rural e urbana permite que a nossa profissão seja disseminada, atingindo diversos municípios que não oferecem tal serviço. Além disso, é de extrema importância que possamos incluir o profissional de fonoaudiologia na atenção básica de saúde”, complementa.

Você também pode se interessar por:

selo abmes de responsabilidade socialUnivale
Univale
Cursos
Campus Armando Vieira

Rua Juiz de Paz José Lemos, 695 – Vila Bretas, CEP: 35030-260, Governador Valadares/MG
(33) 3279-5200
Campus Antônio Rodrigues Coelho

Rua Israel Pinheiro, 2000 – Universitário, CEP: 35020-220, Governador Valadares/MG (33) 3279-5500 
Outros endereços.
®Copyright 2000 – 2021 | Fundação Percival Farquhar (33) 3279-5515 / (33) 3279-5505 CNPJ: 20.611.810/0001-91
magnifiercrossmenuchevron-down Skip to content