PortugueseSpanishEnglish

O que é e como funciona o Enade?

21 junho, 2022

Escrito por: Glenda Hastenreiter Corteleti, estudante do 5º período de Publicidade

Todos os universitários já devem ter ouvido falar do Enade, e muitos se assustam só de pensar nele! Mas, afinal, por que ele é tão temido, que, além de medo, chega a dar dor de cabeça em diversos alunos do ensino superior?

Neste texto vamos explicar o que é o Enade e também mostrar para você que ele não é um bicho de sete cabeças como muitos imaginam — na realidade, ele é muito importante para o aluno e, principalmente, para a instituição onde ele é aplicado. Se quer entender o que é o Enade, continue com a gente, pois vamos tirar todas as suas dúvidas!

O que é e para que serve o Enade?

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é uma prova — e, por isso, é motivo de tanto terror entre os universitários — aplicada desde 2004 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, também conhecido como Inep. Os resultados desse exame são utilizados para calcular os Indicadores de Qualidade do Ensino Superior.

Esse exame, aplicado apenas para estudantes concluintes do ensino superior, tem como objetivo medir três competências: o conhecimento do conteúdo da diretriz curricular do curso; a aquisição de habilidades úteis para a vida profissional; e a percepção dos alunos sobre a realidade do Brasil e do mundo.

Como funciona a prova do Enade?

o que é o enade
Imagem: Pixabay

A prova é dividida em duas partes, uma contendo dez questões e outra, 30. A primeira parte está voltada para avaliar o perfil do estudante e seu conhecimento em relação a questões importantes para o Brasil, e, das dez questões presentes, oito são objetivas e duas são abertas.

Já na segunda parte é avaliado o Componente Específico, ou seja, trata-se de questões voltadas para o conteúdo ensinado no curso e as habilidades a serem desenvolvidas para o mercado de trabalho. Essa parte contém apenas três questões discursivas e as 27 restantes são de múltipla escolha.

Qual a frequência de aplicação do Enade?

O Enade é aplicado anualmente, porém, ele funciona em ciclos de três anos, chamado ciclo avaliativo. A cada ano desse ciclo, são examinadas determinadas áreas do conhecimento e eixos tecnológicos, fazendo com que os cursos sejam avaliados em períodos de três em três anos. Ao final do ciclo, retorna-se ao Ano I, e as graduações dessa leva recebem uma nova aplicação da prova.

Mas quais são as áreas do conhecimento que são avaliadas em cada ano do ciclo avaliativo?

Ciclos do Enade

De acordo com o Inep, o primeiro ano do ciclo é dedicado a avaliar bacharelados de Ciências Agrárias, Ciências da Saúde, Engenharias e Arquitetura; e tecnológicos nas áreas de Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança.

Já no segundo ano do ciclo, são examinados os bacharelados em Ciências Biológicas, Ciências Exatas e da Terra, Linguística, Letras e Artes e Ciências Humanas; os tecnológicos em Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Infraestrutura e Produção Industrial; e os cursos de licenciatura. Também são avaliados os bacharelados em Ciências Humanas e da Saúde que tenham cursos avaliados no âmbito das licenciaturas.

No último ano do ciclo, são enfim avaliados os bacharelados em Ciências Humanas que não tenham cursos avaliados no âmbito das licenciaturas; os bacharelados em Ciências Sociais Aplicadas; e os tecnológicos de Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design.

Por que o Enade é tão importante?

Como dissemos anteriormente, o Enade é importante tanto para o aluno quanto para a instituição onde ele estuda. Para o aluno, ele é significativo porque, sem ele, o estudante fica impedido de colar grau e, consequentemente, de obter seu diploma. Além disso, a nota no exame pode funcionar como um critério de desempate no mercado de trabalho.

enade importância
Imagem: Pixabay

Por outro lado, o Enade tem uma importância ainda maior para a universidade, pois é ele que irá determinar a qualidade do curso daquele estabelecimento de ensino. Os cursos recebem notas de 1 a 5, mas é somente da nota 3 em diante que as graduações são consideradas satisfatórias pelo Inep. Caso um curso receba uma nota inferior a 3, ele será posto em observação, e se o resultado se repetir, ele será punido e não poderá haver novas turmas por um determinado período.

Quem pode fazer o Enade?

Como o Enade é um exame voltado para avaliar o ensino superior, apenas estudantes desse grau podem fazer o Enade. Ele é obrigatório para os alunos concluintes — ou seja, que completaram 80% dos cursos de bacharelado e licenciatura ou 75% dos cursos tecnológicos — dos cursos que estão incluídos naquele ano do ciclo avaliativo.

Dependendo do ano, somente alguns dos estudantes concluintes são selecionados para fazer a prova e, em alguns casos, até mesmo alunos iniciantes — com 0% a 25% do curso concluídos.

Os alunos também podem se voluntariar para fazer o Enade. Para isso, é necessário se inscrever no site do Inep. É lá que você também poderá saber se foi ou não selecionado para realizar a prova, caso seja um concluinte.

Caso você não possa comparecer ao dia da prova, é preciso que você justifique sua ausência durante o prazo para regularização da situação por meio de uma dispensa de prova oferecida pela sua faculdade.

Conclusão

Se você é universitário, já pode ficar tranquilo: o Enade não é aquele monstro que muitos dão a entender; pelo contrário. É uma prova de grande importância para você conseguir seu diploma e medir os conhecimentos que obteve durante sua trajetória acadêmica.

Agora que você sabe como funciona a prova e por que ela é aplicada, é importante que você, principalmente se for concluinte, fique de olho nas datas e prazos para realizar o exame. Para saber mais, siga as redes sociais da Univale e fique por dentro das informações sobre o Enade!

Você também pode se interessar por:

Univale
Univale
Cursos
Campus Armando Vieira

Rua Juiz de Paz José Lemos, 695 – Vila Bretas, CEP: 35030-260, Governador Valadares/MG
(33) 3279-5200
Campus Antônio Rodrigues Coelho

Rua Israel Pinheiro, 2000 – Universitário, CEP: 35020-220, Governador Valadares/MG (33) 3279-5500 
Outros endereços.
®Copyright 2000 – 2021 | Fundação Percival Farquhar (33) 3279-5515 / (33) 3279-5505 CNPJ: 20.611.810/0001-91
magnifiercrossmenuchevron-down Skip to content