PortugueseSpanishEnglish
qr-code e-mec
imagem e-mec
Consulte aqui o cadastro da instituição no Sistema e-MEC
univale
Menu
Seminário de Ciência Cidadã na Bacia do Rio Doce sendo realizado no auditório da Univale

Seminário de Ciência Cidadã discute participação da sociedade na recuperação do Rio Doce

23 junho, 2023

Desde novembro de 2015, quando se rompeu a barragem da mineradora Samarco no município de Mariana, a recuperação ambiental do Rio Doce é uma preocupação de toda a sociedade que vive no território da Bacia Hidrográfica do Rio Doce. Ao longo de toda a semana, entre os dias 19 e 24, o Seminário de Ciência Cidadã na Bacia do Rio Doce reuniu pesquisadores e representantes da comunidade para aprofundar essas discussões, com palestras, oficinas e debates realizados em Governador Valadares e outros três municípios, em Minas Gerais e no Espírito Santo.

O Seminário foi realizado pela Fundação Renova, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco, na sigla em inglês) e com apoio da UNIVALE, que sediou as palestras e oficinas acontecidas em Governador Valadares. A ciência cidadã traz a participação da comunidade para a realização de pesquisas e, na avaliação do coordenador do curso de Engenharia Civil e Ambiental da universidade, professor Hernani Santana, o envolvimento da população amplifica a produção do conhecimento.

“Quando a gente trabalha com uma questão mais participativa, envolvendo a comunidade, já dá um resultado gigantesco na bacia e em prol da bacia. Quando a gente trabalha a ciência cidadã, a gente envolve o cidadão comum e pesquisadores da academia, e isso aumenta a capilaridade de pesquisas e de projetos. A inserção universitária na comunidade é gigantesca, essa é a maior vantagem que existe para a universidade e para toda a bacia”, disse o professor.

Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce), Flamínio Guerra considera que a abordagem multidisciplinar e a participação da sociedade são essenciais para projetos de recuperação ambiental. “É fundamental o que está acontecendo aqui, com um grupo multidisciplinar, e a gente vê o que cada um está fazendo em prol do meio ambiente e das nossas águas. Isso é um processo de construção, nada engessado, e o Comitê tem essa característica de não ter nada engessado. Tudo é construção com os atores locais, e é isso que precisa ser feito. Com cada um falando o que está fazendo, a gente vê o que pode melhorar e como avançar para um ambiente mais equilibrado, e com águas em quantidade e qualidade para atender a vida humana”, destacou Flamínio.

Ciência cidadã e reparação de danos

Coordenador dos setores de Ciências Naturais e de Ciências Humanas e Sociais da Unesco, Fabio Eon afirma que o órgão ligado às Nações Unidas atua em parceria com a Fundação Renova, desde 2019, em várias ações ligadas à reparação dos danos causados após o rompimento da barragem em Mariana. Essas ações estão ligadas a eixos como promoção de direitos humanos, reparação de patrimônio histórico, proteção da biodiversidade e monitoramento da água do Rio Doce.

“É aí que entra a Ciência Cidadã. A ideia é trazer a comunidade que vive na região, porque o rio tem vários significados para quem mora no Vale do Rio Doce. É fonte de subsistência, é parte da paisagem, às vezes tem a memória afetiva também. Então é importante trazer a comunidade para monitorar, junto com os especialistas da comunidade científica, para ajudar a coletar amostras do Rio Doce. E, com esses dados, fazer uma ciência participativa e que envolve a comunidade, para no fim chegar a um objetivo comum”, ponderou Fabio, lembrando a importância de que as discussões envolvam cientistas, comitês de bacia hidrográfica, poder público, sociedade civil e escolas.

Veja também o vídeo da UNIVALE TV sobre o Seminário de Ciência Cidadã:

Gostou? Compartilhe...

Assine nossa newsletter


Receba notícias sobre: vestibular, editais, oportunidades de bolsa, programas de extensão, eventos, e outras novidades da instituição.

"*" indica campos obrigatórios

Nome*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Você também pode se interessar por:

Univale
UNIVALE
Cursos
Campus Armando Vieira

Rua Juiz de Paz José Lemos, 695 – Vila Bretas, CEP: 35030-260, Governador Valadares/MG
(33) 3279-5200
Campus Antônio Rodrigues Coelho

Rua Israel Pinheiro, 2000 – Universitário, CEP: 35020-220, Governador Valadares/MG (33) 3279-5500 
Outros endereçosContatos
®Copyright 2000 – 2021 | Fundação Percival Farquhar (33) 3279-5515 / (33) 3279-5505 CNPJ: 20.611.810/0001-91
magnifiercrossmenuchevron-down