“Viver ou existir: O Direito Humano à Informação dos pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica” é o título do livro que será publicado pela professora do curso de Direito, Fernanda Saches, no dia 4 de dezembro, às 19h30, no Centro Cultural Nelson Mandela em Governador Valadares.

A obra apresenta os elementos que devem ser observados no processo de comunicação do diagnóstico e prognóstico da Esclerose Lateral Amiotrófica; uma doença em que as células nervosas se quebram, reduzindo a funcionalidade dos músculos aos quais dão suporte.

No livro, a autora observa os limites legitimamente existentes nesse processo que influenciam diretamente no exercício do direito humano à informação e expõe as alternativas que se sobrepõe aos limites, de modo a assegurar o direito à vida privada do paciente e sua dignidade até o momento da morte.

Fernanda contou em entrevista que o livro é fruto da dissertação desenvolvida Mestrado em Direito, da Universidade Federal de Juiz de Fora, e disse estar satisfeita com o resultado.

“O período de conciliação da docência com o mestrado foi de aprendizado. Terminar o ano com a publicação da dissertação é muito gratificante, e representa apenas o início de uma longa trajetória em busca de conhecimento e aplicação dos cuidados humanizados em saúde”, concluiu.