qr-code e-mec
imagem e-mec
Consulte aqui o cadastro da instituição no Sistema e-MEC
univale
PortugueseSpanishEnglish
Menu
Dia Internacional da Luta Contra a Aids relembra a importância da pesquisa e ciência no mundo

Dia Internacional da Luta Contra a Aids relembra a importância da pesquisa e ciência no mundo

01 dezembro, 2021

Avanços nos tratamentos possibilitam maior qualidade de vida para pessoas que vivem com HIV e pacientes com diagnóstico clínico de Aids.

Dezembro começa com uma data muito importante: o Dia Internacional da Luta Contra a Aids. A Aids é uma síndrome clínica decorrente do HIV, que ataca o sistema imunológico, alterando o DNA das células. Segundo dados de 2019 da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), cerca de 38 milhões de pessoas no mundo vivem com HIV. No mesmo ano, o Brasil registrou 41.919 novos casos de pessoas HIV positivas e 37.308 diagnósticos clínicos de Aids.

Com o aumento das pesquisas, a prevenção, o diagnóstico e os tratamentos eficazes fizeram com que o diagnóstico positivo de HIV pudesse ser controlado. Isso permite que a pessoa HIV positiva possa viver de forma saudável e longínqua. Os dados da Opas mostram que no final de 2019, cerca de 81% das pessoas que viviam com HIV sabiam de sua condição, podendo realizar os tratamentos adequados.

A terapia antirretroviral (TARV), por meio de medicamentos, possibilita que a pessoa soropositiva atinja a supressão viral, ou seja, sem riscos à vida ou à transmissão do HIV. O professor do curso de Farmácia, Lauro Cesar Maduro, Doutor em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP, explicou sobre o processo de tratamento e sua disponibilidade.

“A terapia antirretroviral é uma combinação de 3 fármacos, a princípio, com o objetivo de reduzir principalmente a multiplicação do vírus no organismo e manter a carga viral baixa. Com isso, conseguimos diminuir a morbidade e mortalidade do paciente, restaurando o seu sistema imune e proporcionando a melhora clínica. É importante saber que esse é um tratamento disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Assim que estabelecido o diagnóstico, pelo próprio SUS, você consegue as medicações e o acompanhamento, o que é importante, de forma totalmente gratuita. A utilização das medicações, que são seguras, vai garantir todos os benefícios, além de gerar uma vida praticamente normal ao paciente que vive com HIV. Ele consegue viver por muitos anos sem maiores problemas”

O Ministério da Saúde aponta que os casos de Aids no Brasil diminuíram desde 2012, e dentre as pessoas que vivem com HIV no Brasil:

  • 89% foram diagnosticadas;
  • 77% fazem tratamento;
  • 94% não transmitem por via sexual (atingiram carga viral indetectável).

Por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), os medicamentos antirretrovirais são distribuídos gratuitamente desde 1996. Com o passar dos anos, tudo ficou ainda mais acessível. Em 2013, o tratamento para todas as pessoas vivendo com HIV também se tornou gratuito.

Você também pode se interessar por:

selo abmes de responsabilidade socialUnivale
Univale
Cursos
Campus Armando Vieira

Rua Juiz de Paz José Lemos, 695 – Vila Bretas, CEP: 35030-260, Governador Valadares/MG
(33) 3279-5200
Campus Antônio Rodrigues Coelho

Rua Israel Pinheiro, 2000 – Universitário, CEP: 35020-220, Governador Valadares/MG (33) 3279-5500 
Outros endereços.
®Copyright 2000 – 2021 | Fundação Percival Farquhar (33) 3279-5515 / (33) 3279-5505 CNPJ: 20.611.810/0001-91
magnifiercrossmenuchevron-down Skip to content