Live em comemoração ao dia do Contabilista reforça a importância da destinação do imposto de renda

Em 25 de abril foi celebrado o Dia do Contabilista. Para marcar a data, o curso de Ciências Contábeis da Univale realizou uma live para falar de um assunto muito importante: a destinação de parte do imposto de renda para instituições de caridade. O “Você Sabia” desta semana vai reforçar a importância da participação na campanha para a destinação para o Fundo da Criança e do Adolescente e o Fundo do Idoso. O NAF- Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal da Univale, está à disposição para auxiliar todos os funcionários da Univale e o público em geral a aderir à campanha.

O governo anunciou no início deste mês, que foram prorrogadas as declarações de imposto de renda até 31 de maio de 2021. Isso significa que, caso ainda não tenha feito a sua declaração, é possível destinar parte dos impostos para auxiliar projetos sociais. 

A palestra realizada nessa segunda-feira, 26, contou com a presença do professor Sérgio Reis, coordenador do curso de Ciências Contábeis, Welington Oliveira Soares, delegado da Receita Federal de Governador Valadares e Ana Paula Sacchi Kuhar, analista fiscal da Receita Federal e coordenadora nacional dos NAF’s. Durante a transmissão foram discutidos temas sobre a cidadania fiscal e a importância de motivar os cidadãos a destinar parte do imposto devido para os fundos municipais.

Como funciona a Campanha de Destinação do Imposto de Renda ao FIA e ao FI 2021?

A campanha tem o propósito de divulgar aos contribuintes a possibilidade de destinar uma parte do seu Imposto de Renda aos fundos especiais de amparo social, que ajudam pessoas em situação de vulnerabilidade a terem uma vida melhor. Quem desejar participar da campanha poderá escolher para onde parte de seu imposto de renda será direcionado, sem alterar o valor líquido a receber, ou a pagar, no final. É possível usar até 6% do que já foi pago, para investir em projetos com crianças, adolescentes e idosos. Este ano o NAF e a disciplina Práticas do NAF estão promovendo a indicação de parte do tributo para os fundos municipais e estaduais que participam da ação.

Podem aderir à campanha pessoas físicas que declaram seu imposto de renda no modelo completo, que tenha imposto a pagar ou a restituir. No ato da declaração é possível destinar até 3% ao FIA e mais até 3% ao FI. Além disso, o contribuinte pode escolher em que cidade ou estado este recurso deve ser aplicado.

Conheça os projetos participantes

O Fundo da Criança e do Adolescente é um recurso especial, destinado às ações de atendimento à criança e ao adolescente considerados em situação de risco social. O Fundo do Idoso também é um recurso especial, porém é destinado às ações que visam a garantia dos direitos da pessoa idosa, determinados pelo o Estatuto do Idoso. Em 2020, foram doados em todo Brasil menos de 100 milhões de reais e o potencial era de mais de 7 bilhões de reais.

Dúvidas frequentes

1- Eu pago o valor destinado?

Não! Você não paga nada a mais por isso. Apenas destina parte do que seria integralmente entregue à União e permite que esses recursos sejam utilizados em projetos selecionados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Idoso.

2- E se eu ainda tiver imposto a pagar, o que faço? 

Você deve pagar dois DARFS, um para o Tesouro Nacional e outro para o destinação, sendo limitado o 5% do imposto devido.

3- Como faço a destinação?

Clique na aba “Doações diretamente na declaração”:

  • Escolha Fundo dos Direitos da Criança ou Fundo do Idoso (você pode doar 3% a cada);
  • Selecione o âmbito que deseja destinar Nacional, Estadual ou Municipal; 
  • Escolha o Estado;
  • Defina o Fundo e o município para os quais deseja fazer a destinação;

Depois, é necessário imprimir o Darf referente à destinação e efetuar o pagamento até dia 30/05/2021.

Atenção!

  • Caso tenha imposto a pagar, serão emitidos dois Darf’s: um referente a destinação e outro ao imposto de renda a pagar. 
  • Caso o contribuinte tenha restituição, deverá pagar o Darf da destinação e esse valor será somado a sua restituição, corrigido pela Selic.
  • Vale lembrar que o valor da sua restituição não sofrerá mudança devido a destinação
  • O valor destinado será corrigido à Taxa Selic igualmente a sua restituição.

Gostou? Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support